novembro 30, 2010

Post pra tirar poeira do blog

Posted in Uncategorized às 21:05 por Candyman

Enfim, pessoal e poucas almas que topam aqui pelo blog, voltei. Mas enfim, antes de começarem a ler, seria bom cês escutarem essa música e ver a tradução dela, pq ela tipo que resume a situação dos últimos meses.

Muita coisa aconteceu nos últimos meses. Muita coisa mesmo. A maioria delas eu parei de escrever aqui no blog e acabei por colocar em um caderno que eu tenho. Enfim, é mais fácil do que ligar o computador, entrar no wordpress e tudo mais. E eu tipo que ‘tava sem saco pra fazer isso tudo.

Agora pra o que interessa: o final do ano tá chegando, apesar de muita coisa ter acontecido e eu ter mudado muito, mas muito mesmo… as coisas ainda estão meio estranhas. Pra quem não sabe, em 2008 eu era um poço de tristeza e depois daquele ano eu fiz umas promessas a mim mesmo e uma delas seria que eu não iria mais ficar triste.

Olhando assim, até que parece ser bom “Puxa, Anderson! Você não vai mais ficar triste nunca!”, mas não é. Seria bom se você não tivesse motivos pra ficar triste. Quem me conhece já deve ter percebido que eu realmente não me entristeço fácil. Pelo menos eu não lembro de ter demonstrado tristeza pra alguém que eu conheço e aliás, eu me nego mesmo a ficar triste. Mas agora imagina, acontecem coisas chatas contigo e cê não pode se dar ao luxo de ficar pra baixo, como é que fica, bixão?

Só pra exemplificar, meu cachorro morreu esse ano. Ele já tinha 14 anos e morreu numa sexta-feira 13, de agosto. Tipo, eu não chorei. E a morte dele significava muito mais do que a simples morte. Pow, a última coisa que eu disse a ele foi quando eu cheguei em casa de noite da faculdade e disse que ele era o único que realmente gostava de mim incondicionalmente, e de fato era mesmo. Eu disse isso e no outro dia o cachorro morre. Como fica, bixão?

Isso dá o gancho pro motivo real que me fez vir aqui escrever isso tudo. Mais um ano veio, mais um ano se foi e eu tô aqui.

Pessoas me magoaram. Magoaram MUITO.

Quando eu finalmente achava que podia ser feliz, estava enganado.

Aliás, é o que acontece sempre. Eu acho que vou ter uma felicidade duradoura mas não. Parece até que tem alguém que faz isso de propósito só pra me ver sofrer, sabe? Como dar doce pra uma criança e depois tomar dela só pra ver o infeliz chorar.

É muito chato tudo isso.

Saco.

Eu tô me sentindo mal, não necessariamente triste, e isso que lasca. Rá, eu tô muito mal. Mas me vejo obrigado a me levantar e seguir em frente. É o que eu faço, levantar a cabeça e seguir em frente. Mazelado, mas vivo.

Afinal, essa é a única opção que me sobrou, seguir em frente. Eu não tô gostando da situação, mas seguir em frente é tudo que me restou.

Porra, por que eu não posso ser feliz? Todo mundo pode, menos eu? E essa cidade miserável não me ajuda. Meu cachorro morreu, ninguém aqui dá a mínima pra mim e não tem mais nada que me prenda aqui. Olhando agora, acho que é justamente isso que é o problema.

Bem, eu tô com sono, o post não saiu como eu imaginava e foi praticamente um desabafo.

E a guria provavelmente já arrumou outra pessoa. E eu tô aqui.

.

.

.

.

.

Saco.

As coisas poderiam ser bem mais fáceis. Bem, vão dormir. Boa noite.

 

setembro 11, 2009

Estudar pra quê?

Posted in Uncategorized tagged , , , , , , , às 18:44 por Candyman

Taí a resposta.

Taí a resposta.

Agradecimento especial ao Hugo Aboud, do Revolução Muda, pela imagem 😀

setembro 4, 2009

(Trecho)

Posted in Uncategorized às 19:56 por Candyman

E foi então que apareceu a raposa:
– Bom dia, disse a raposa.
– Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.
– Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira…
– Quem és tu? perguntou o principezinho.
Tu és bem bonita.
– Sou uma raposa, disse a raposa.
– Vem brincar comigo, propôs o princípe, estou tão triste…
– Eu não posso brincar contigo, disse a raposa.
Não me cativaram ainda.
– Ah! Desculpa, disse o principezinho.
Após uma reflexão, acrescentou:
– O que quer dizer cativar ?
– Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?
– Procuro amigos, disse. Que quer dizer cativar?
– É uma coisa muito esquecida, disse a raposa.
Significa criar laços…
– Criar laços?
– Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos.
E eu não tenho necessidade de ti.
E tu não tens necessidade de mim.
Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo…
Mas a raposa voltou a sua idéia:
– Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música.
E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento do trigo…
A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe:
– Por favor, cativa-me! disse ela.
– Bem quisera, disse o principe, mas eu não tenho tempo. Tenho amigos a descobrir e mundos a conhecer.
– A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não tem tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres uma amiga, cativa-me!
Os homens esqueceram a verdade, disse a raposa.
Mas tu não a deves esquecer.
Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”

Enquete: O que é melhor? Amar e não ser amado ou não ter a quem amar?

julho 22, 2009

Linkando pros parcero!

Posted in Uncategorized às 23:34 por Candyman

esse é o blog de um amigo meu.

leia ele, é melhor que o meu.

http://revolucaomuda.wordpress.com/

abril 24, 2009

Hello world!

Posted in Uncategorized às 23:56 por Candyman

Bem, vamo ver se essa droga de blog dá certo… Eu já tentei criar vários blogs e abandonei todos (eram todos do blogspot. bah. Mereciam morrer mesmo.). Pra começar o com o primeiro post, palavras de sabedoria que eu escutei lá na faculdade!

As coisas caem do céu. É só saber pegar!

tenham um bom dia =D bando de desocupados!